Scrum e XP (still a good marriage)

Ken Schwarber ressaltou em artigo no Scrum Alliance (http://www.scrumalliance.org/resource_download/745) que customizar o processo do Scrum pode significar “jogar a poeira para debaixo do tapete”, ou seja, perder a capacidade de descobrir problemas rapidamente e de “inspecionar e adaptar”.

Por outro lado, vejam que ele não diz que XP é  uma customização do processo, afinal  anos da cultura do waterfall criou programadores sem as habilidades necessárias para criar software de maneira ágil – bem usado, Scrum faz esse problema emergir e adotar XP é um possível remédio para a doença.

Minhas migalhas para essa discussão.

PS: Conheci o Helder Rocha alguns anos atrás e poucos instrutores tem didática e conhecimentos técnicos tão bons.  Essa apresentação dele sobre XP (eXtreme Programming) é bastante concisa e muito instrutiva para quem é Scrum Master e, infelizmente, não conhece XP – ajudou-me bastante 😀

Anúncios

0 Responses to “Scrum e XP (still a good marriage)”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Páginas

My tweets

Elderclei Reami

Bio casado, 34, desenvolvendo software há mais de 20 anos e agora Scrum Master.

%d blogueiros gostam disto: